Quem Somos

Foi fundada em 1987 por profissionais de grande experiência,
alguns pioneiros da Medicina Nuclear em Portugal.

Está instalada num espaço de 500 m2, concebido para a Medicina Nuclear. Dispõe de três Câmaras Gama de dois detetores, uma delas (GE Optima NM /CT 640) equipada com um sistema de CT, para correção de atenuação e fusão da imagem anatómica com a imagem funcional (SPECT/CT). 

Todos os exames são arquivados de acordo com a legislação em vigor num sistema específico (PACS).
Todos os programas de controlo de qualidade e manutenção são assegurados por contrato com os serviços técnicos dos fornecedores dos equipamentos e pelos técnicos do Laboratório.

O ambiente é permanentemente monitorizado por um sistema automático, garantindo uma eficiente proteção contra as radiações dos doentes, dos trabalhadores do Laboratório e do espaço envolvente.
A Atomedical dispõe de sistemas de emergência (UPS). No caso de interrupção do fornecimento de energia, as UPS garantem a não interrupção dos exames.

Na Atomedical, o nosso objetivo não se limita à implementação de desenvolvimentos tecnológicos de última geração, todos os nossos profissionais acompanham esses desenvolvimentos através de adequada formação contínua.

Equipa

Guilhermina Cantinho

Especialista em Medicina Nuclear desde 1986;
Diretora Clínica da Atomedical
;
Diretora do Instituto de Medicina Nuclear da Faculdade de Medicina de Lisboa;
Professora Convidada da Faculdade de Medicina de Lisboa e Regente da Cadeira de Medicina Nuclear da F.M.L.

Helena Pena

Especialista em Medicina Nuclear desde 1999
;
Assistente da Faculdade de Medicina de Lisboa.

Arminda Veiga

Especialista em Cardiologia desde 1997;
Assistente Hospitalar Graduada (Hospital Santa Maria).

José Monteiro

Especialista em Cardiologia desde 1992
;
Assistente Hospitalar Graduado.

Fernando Godinho

Doutorado em Biofísica;
Professor Universitário
Jubilado
; Físico responsável pela Proteção contra Radiações Ionizantes e Controle de Qualidade.

Lurdes Gano

Doutorada em Farmácia;
Investigadora do Grupo de Ciências Radiofarmacêuticas do Instituto Superior Técnico; Responsável pela radiofarmácia na Atomedical;

Conceição Ruas

Enfermeira.

/ Téc. Medicina Nuclear

Elvira Fonseca
Deolinda Cerqueira
Marco Pinheiro
António V. Marques
Gabriela Ramos
Beatriz Oliveira
Vera Matos

/ Secretariado

Alice Silva
Sandra Santos
Helena Mendes
Laura Barroso
Sandra Godinho

Guilhermina Cantinho

Especialista em Medicina Nuclear desde 1986;
Diretora Clínica da Atomedical
;
Diretora do Instituto de Medicina Nuclear da Faculdade de Medicina de Lisboa;
Professora Convidada da Faculdade de Medicina de Lisboa e Regente da Cadeira de Medicina Nuclear da F.M.L.

Helena Pena

Especialista em Medicina Nuclear desde 1999
;
Assistente da Faculdade de Medicina de Lisboa.

Arminda Veiga

Especialista em Cardiologia desde 1997;
Assistente Hospitalar Graduada (Hospital Santa Maria).

José Monteiro

Especialista em Cardiologia desde 1992
;
Assistente Hospitalar Graduado.

Fernando Godinho

Doutorado em Biofísica;
Professor Universitário
Jubilado
; Físico responsável pela Proteção contra Radiações Ionizantes e Controle de Qualidade.

Lurdes Gano

Doutorada em Farmácia;
Investigadora do Grupo de Ciências Radiofarmacêuticas do Instituto Superior Técnico; Responsável pela radiofarmácia na Atomedical;

Conceição Ruas

Enfermeira.

/ Téc. Medicina Nuclear

Elvira Fonseca
Deolinda Cerqueira
Marco Pinheiro
António V. Marques
Gabriela Ramos
Beatriz Oliveira
Vera Matos

/ Secretariado

Alice Silva
Sandra Santos
Helena Mendes
Laura Barroso
Sandra Godinho

Fechar

Exames

Cintigrafias e SPECT/CT

Faq

O que é uma Cintigrafia?

Uma Cintigrafia é a imagem que representa a função de um órgão, útil para o seu médico avaliar o grau de perturbação desse órgão. Completa o diagnóstico, o que contribui para um tratamento mais correto.

Como funciona?

Uma pequena quantidade de produto radioativo, específico para o órgão, é injetada, mais frequentemente numa veia dum braço. Daí o nome de "Medicina Nuclear". Após a injeção, é por vezes necessário um intervalo até á realização das imagens. A máquina que faz as imagens é chamada "Câmara Gama". É o nome do equipamento que realiza as imagens. Esta máquina desloca-se muito próximo de si, para obter imagens de qualidade. Durante o exame, tem de ficar imóvel. Geralmente, fica vestido, mas tem de retirar todos os objetos metálicos.

Quem pode beneficiar duma Cintigrafia?

Todos, dos recém-nascidos aos mais idosos. Se estiver grávida ou se tiver um atraso menstrual, deverá dizê-lo antes da injeção. Têm de ser tomadas precauções. Se estiver a amamentar, diga-o também. Ser-lhe-á comunicado se existe necessidade de interromper o aleitamento e durante quanto tempo.

O exame é perigoso?

Não, porque a radiação recebida, radiação gama, é comparável à de 1-2 radiografias do tórax. A pequena quantidade de substância injetada é indolor, não tóxica e não provoca alergias. Fazer várias imagens não aumenta a radiação recebida.

O exame é doloroso?

A injeção não é dolorosa, apenas sentirá a picada da agulha, como quando faz uma análise ao sangue. Não sentirá qualquer mal-estar após a injeção.

Quanto tempo de espera entre a injeção e as imagens?

A espera pode durar de alguns minutos a várias horas, ou mesmo 1 a 3 dias após a administração do radiofarmaco depende do órgão a estudar. Assim, é possível que doentes que chegam ao laboratório depois de si façam as imagens antes (depende do órgão em estudo).

Quanto tempo duram as imagens?

É variável. Podem demorar 10 minutos a uma hora. Não se preocupe se prolongarem o exame ou se fizerem várias imagens, é para obter a melhor informação possível do órgão em estudo.

É necessário parar ou modificar a medicação habitual?

Não, na maioria das cintigrafias não é necessária nenhuma modificação da terapêutica. Se se tratar dum caso particular, será informado.

É necessária preparação especial para o exame?

Não, exceto em casos raros em que será informado na altura de marcação do exame. Na maioria dos casos, pode comer e beber, antes e após o exame.

O que fazer após o exame?

Pode retomar todas as suas atividades (conduzir, trabalhar, alimentar-se, etc.), pelo que não necessita de vir acompanhado. Poder-lhe-á ser pedido para beber mais do que é hábito, a fim de eliminar mais rapidamente o pouco de radioatividade que possa ainda existir após o exame.

O que se faz às imagens?

As imagens acompanharão o relatório do exame para o seu médico. Todo o exame, relatório e imagens ficam arquivadas num sistema específico (PACS).

Não se esqueça de ...

Requisição do médico; Cartão da segurança social ou de outra entidade; Cintigrafias prévias; Exames Radiológicos, Ecográficos ou Analíticos em relação com a doença atual. Como em todos os estabelecimentos de saúde, o acesso é desaconselhado às crianças, a não ser que venham realizar o exame.
Os funcionários da ATOMEDICAL estão à sua disposição para qualquer informação complementar.

Convenções

ADSE

Direção Geral de Proteção Social aos Trabalhadores em Funções Públicas

ALLIANZ GLOBAL ASSISTANCE

Companhia de Seguros

ARS

Administração Regional de Saúde

AXA

Companhia de Seguros, SA

CGD

Caixa Geral dos Depósitos

CIAM

Casa da Imprensa Associação Mutualista

CTT – Médis

Companhia de Seguros

INCM

Imprensa Nacional Casa da Moeda

LNEC

Laboratório Nacional de Engenharia Civil

LUSITÂNIA

Companhia de Seguros

MAPFRE

Mapfre Seguros Gerais, SA

MULTICARE

Seguradora de Saúde do Grupo Fidelidade

PT

Multicare

RTP

Radio Televisão Portugusa, SA

SAMS

Sindicato Bancários Sul e Ilhas

SÃVIDA

Medicina Apoiada, SA

SIB

Sindicato Independente da Banca

SNQTB

Sindicato Nacional dos Quadros e Téc. Bancários

SNS

Serviço Nacional de Saúde

ZURICH

Companhia de Seguros

Contactos

Horário

2ª a 5ª das 8h30 ás 19h30
6ª das 8h30 ás 17h30

Rua Helena Félix, 11D.
1600-121, Lisboa

T: +351 217 994 730
F: +351 217 994 738

geral@atomedical.pt

Cintigrafia Óssea de Corpo Inteiro

A Cintigrafia óssea é dos exames mais frequentemente realizados em Medicina Nuclear devido à sua elevada sensibilidade.
É utilizada na deteção de neoplasias / metástases ósseas, artrites, lesões traumáticas, avaliação de próteses e de material de osteossíntese, assim como na avaliação da dor óssea inexplicada.

Descrição do exame

1 — Preparação prévia 
Vai-lhe ser pedido para ingerir bastantes líquidos antes do exame (pode urinar). Não necessita de outros cuidados, podendo comer, tomar a sua medicação e manter a sua atividade habitual. Durante o exame, terá de permanecer imóvel para evitar distorções nas imagens. 

2 — Procedimento 
O exame é realizado em duas partes: primeiro ser-lhe-á injetado numa veia superficial, um “marcador” que se irá distribuir pelo esqueleto, o que leva cerca de 2 a 3 horas de espera até à segunda parte. Esta segunda parte consta da aquisição das imagens e dura de 20 a 40 minutos. 

3 — Resultado 
O médico especialista em Medicina Nuclear redigirá o relatório para o seu médico assistente que lhe dará todos os esclarecimentos necessários quanto ao significado do seu exame. 

Notas

Fique imóvel durante a realização do exame; movimentos podem resultar em imagens distorcidas. Não se preocupe com a dose de radiação recebida, esta é geralmente inferior à dos correspondentes exames radiológicos. Refira sempre ao seu médico se está (ou pensa estar) grávida ou a amamentar. Efeitos secundários são raros, mas refira sempre qualquer sintoma que surja durante o exame. Poderá retomar as suas atividades diárias após o exame. Se lhe foi pedido para suspender ou modificar alguma medicação antes do exame, não se esqueça de perguntar quando retomá-la. 

IMPORTANTE
Não se esqueça de trazer:
— Requisição do médico;
— Cartão da Segurança Social ou de outra entidade;
— Outros exames de imagem (Rx, CT, RM,etc) que tenha realizado anteriormente.

Cintigrafia Óssea Parcelar

Descrição do exame


Notas

Cintigrafia Óssea com SPECT/CT

Descrição do exame


Notas

Cintigrafia Óssea em Três Fases

Descrição do exame


Notas

Cintigrafia de Perfusão do Miocárdio (correção de atenuação com CT)

O coração recebe os seus nutrientes por via sanguínea através de vasos chamados artérias coronárias. Se estas artérias se tornarem parcialmente obstruídas, mais frequentemente pela acumulação de substâncias gordas, o coração pode não receber o sangue necessário ao seu normal funcionamento.

É a obstrução / estreitamento das artérias coronárias que está na base da doença coronária. Quando a doença coronária progride, o músculo cardíaco pode não receber sangue suficiente quando se encontra em esforço (por exemplo, a correr). Isto provoca frequentemente dor torácica chamada angina de peito, podendo contudo haver doença sem dor.
Devido à grande sensibilidade desta técnica tornou-se um exame muito importante na deteção da doença coronária.

Descrição do exame

1 — Preparação prévia 
Não comer nas 3 horas anteriores ao exame e não tomar qualquer bebida ou alimentos com cafeína, tais como chocolate, café, chá ou Coca-cola, 12 horas antes do exame. Não pare a sua medicação, a não ser por orientação do seu médico assistente. 

2 — Procedimento 
Este exame tem duas fases: uma em repouso e outra em esforço. 
O estudo em repouso é iniciado com a colocação duma via de acesso numa veia dum braço. Esta via será utilizada para a administração dos fármacos ao longo do exame, sendo retirada apenas no final da prova. Em segundo lugar, proceder-se-á à administração do radiofármaco, o que não causa qualquer reação. Mais tarde, serão adquiridas as imagens na Câmara Gama. A prova de esforço é realizada com apoio do cardiologista, com monitorização contínua do eletrocardiograma e da tensão arterial. Em alternativa à prova de esforço convencional (tapete rolante), a prova de esforço é farmacológica. Consiste na administração dum fármaco que irá “cansar” o coração de acordo com o peso do doente. Qualquer desconforto é passageiro. No momento do esforço máximo, é-lhe novamente administrado o radiofármaco que irá permitir a visualização do coração naquele momento (em esforço).

Posteriormente, ser-lhe-á oferecido um pequeno lanche. É importante para a qualidade dos resultados que insista em comer e beber nesta fase! Após novo intervalo de tempo, voltará à Câmara Gama para as últimas imagens, sendo então a prova dada como terminada. 

3 — Resultado 
O médico especialista em Medicina Nuclear irá posteriormente analisar e comparar as imagens das duas provas (repouso e esforço).
Será redigido o relatório para o seu médico, acompanhado das imagens e do parecer do cardiologista referente à prova de esforço.

Notas

IMPORTANTE

Documentos a trazer para o exame: 
— Requisição do médico;
— Cartão da Segurança Social ou de outra entidade;
— Exames cardíacos;
— Cintigrafias prévias;
— Relação da medicação atual / Peso e altura;
— Avise os eventuais acompanhantes de que a duração total do exame é de cerca de 3,5 a 4 horas;
— O funcionário da ATOMEDICAL está à sua total disposição para qualquer informação complementar que possa desejar.

Angiografia de Radionúclidos

Descrição do exame


Notas

Cintigrafia Cardíaca com 123I-MIBG

Descrição do exame


Notas

Renograma (DTPA e MAG 3)

Várias são as razões (malformação congénita, infeção urinária, hipertensão arterial, dilatação renal, uropatia obstrutiva, etc.) que podem levar o médico assistente (seu ou do seu filho) a necessitar de averiguar o estado funcional do aparelho urinário. Os exames requeridos irão completar a informação necessária para um completo diagnóstico, decidir a melhor terapêutica, avaliar a evolução da maturidade do aparelho urinário ou verificar os resultados dum tratamento já efetuado. 

O renograma determina a função renal, isto é, a forma como cada rim está a filtrar o sangue e como excreta a urina. 


Descrição do exame

1— Preparação prévia 
Aconselha-se uma boa hidratação uma hora antes do exame (250 a 500ml, dependendo da idade, mas pode urinar). No estudo da hipertensão arterial, o seu médico poderá  ter de suspender ou alterar a sua medicação na semana antes do exame. 

2— Procedimento 
O doente é deitado na Câmara Gama, imóvel durante cerca de 20 a 40 minutos. O "marcador" é administrado por uma pequena injeção numa veia periférica. Em certos casos, o estudo poderá exigir uma segunda injeção com prolongamento (renograma diurético). 

3— Resultado 
O médico especialista em Medicina Nuclear redigirá o relatório para o seu médico assistente que lhe dará todos os esclarecimentos necessários quanto ao resultado do seu exame. 

Notas

Não se preocupe com a dose de radiação recebida: esta é geralmente inferior à dos correspondentes exames radiológicos. 

Renograma Diurético

Descrição do exame

Notas

Renograma sob Captopril

Descrição do exame

Notas

Cintigrafia Renal

A cintigrafia renal averigua a localização dos rins, forma e tamanho assim como a presença de lesões (cicatrizes, etc.)

Descrição do exame

1 — Preparação prévia 
Não é necessária nenhuma preparação prévia. 

2 — Procedimento 
É-lhe administrado o "marcador", uma pequena injeção numa veia periférica. Pode então ausentar-se do Laboratório, regressando 1 hora depois. Nessa altura, é deitado na Câmara Gama, imóvel durante cerca de 10 minutos. 

3 — Resultado 
O médico especialista em Medicina Nuclear redigirá o relatório para o seu médico assistente que lhe dará todos os esclarecimentos necessários quanto ao resultado do seu exame. 

Notas

Não se preocupe com a dose de radiação recebida: esta é geralmente inferior à dos correspondentes exames radiológicos. 

Gamacistografia Direta

Este exame deteta o refluxo de urina da bexiga para o rim.

Descrição do exame

1 — Preparação prévia 
É necessária uma urocultura negativa, com o máximo de 6 dias desde a colheita de urina (ideal 3-4 dias).

2 — Procedimento 
A criança é deitada na Câmara Gama, a médica especialista em Medicina Nuclear irá desinfetar a área genital, após o que se procederá à introdução duma sonda muito fina e flexível na bexiga. Esta é, em seguida, preenchida com soro fisiológico, lentamente por ação da gravidade. Ao sentir a bexiga cheia, a criança irá urinar (para a fralda previamente colocada), terminando assim o exame. Conte ao todo com cerca de 30 minutos. 

3 — Resultado 
O médico especialista em Medicina Nuclear redigirá o relatório para o seu médico assistente que lhe dará todos os esclarecimentos necessários quanto ao resultado do seu exame. 

Notas

IMPORTANTE
Traga o resultado da urocultura, no caso da Gamacistografia. 

ATENÇÃO
Sem esta análise negativa não poderá realizar este exame!
Não se preocupe com a dose de radiação recebida, esta é geralmente inferior à dos correspondentes exames radiológicos.

NÃO SE ESQUEÇA!
Documentos a trazer para o exame:
— Requisição do médico e a urocultura;
— Cartão da segurança social ou de outra entidade;
— Cintigrafias prévias;
— Exames Radiológicos, ecográficos ou analíticos em relação com a doença atual.

Gamacistografia Indireta

Descrição do exame

Notas

Cintigrafia Pulmonar de Ventilação / Perfusão

Descrição do exame

Notas

Cintigrafia Pulmonar de Perfusão

Descrição do exame

Notas

Cintigrafia da Glândula Tiroideia

Descrição do exame

Notas

Cintigrafia das Glândulas das Paratiroideias

Descrição do exame

Notas

Cintigrafia com Gálio

Descrição do exame

Notas

Cintigrafia com Tálio

Descrição do exame

Notas

Cintigrafia do Córtex Suprarrenal (Iodocolesterol)


Descrição do exame

Notas

Cintigrafia Corporal 123I-MIBG

Descrição do exame

Notas

Cintigrafia dos Recetores da Somatostatina

Descrição do exame

Notas

Cintigrafia Mamária

Descrição do exame

Notas

Cintigrafia para pesquisa do Gânglio Sentinela

Descrição do exame

Notas

Cintigrafia Corporal com 131I

Descrição do exame

Notas

Cintigrafia da Medula Óssea

Descrição do exame

Notas

Estudo Funcional das Glândulas Salivares

Descrição do exame

Notas

Pesquisa de Divertículo de Meckel

Descrição do exame

Notas

Pesquisa de Refluxo Gastro-Esofágico

Descrição do exame

Notas

Estudo do Esvaziamento Gástrico

Descrição do exame

Notas

Estudo do Esvaziamento Esofágico

Descrição do exame

Notas

Pesquisa de Hemorragia Digestiva

Descrição do exame

Notas

Tomografia (SPECT) Hepática com Glóbulos Vermelhos Marcados

Descrição do exame

Notas

Cintigrafia Hepato-Biliar

Descrição do exame

Notas

Cintigrafia Hepato-Esplénica

Descrição do exame

Notas

Tomografia (SPECT) Hepática

Descrição do exame

Notas

Tomografia Cerebral (SPECT) com HMPAO ou ECD

Descrição do exame

Notas

Tomografia Cerebral (SPECT) com Tálio

Descrição do exame

Notas

Tomografia Cerebral (SPECT e SPECT/CT) com 123I-oflupano

Descrição do exame

Notas

Tomografia Cerebral (SPECT e SPECT/CT) com 123I-oflupano (Datscan)

Descrição do exame

Notas

Tomografia Cerebral (SPECT e SPECT/CT) com 123I-IBZM

Descrição do exame

Notas

Ecografia da Glândula Tiroideia

Descrição do exame


Notas

Ecografia das Glândulas Salivares

Descrição do exame


Notas

Terapêutica com Rádio

Descrição do exame


Notas

Terapêutica com Samário

Descrição do exame


Notas

Terapêutica com Estrôncio

Descrição do exame

Notas

Terapêutica com 131I-Iodo (Hipertiroidismo)

Descrição do exame

Notas

Dacriocintigrafia   

Descrição do exame

Notas

Cintigrafia corporal com anticorpos monoclonais antigranulocitos


Descrição do exame

Notas

Cintigrafia Testicular

Descrição do exame

Notas